sábado, 11 de setembro de 2010

Ser quem você é, saber o que se é

"Tem cara de insuportável, pose de metida e coração de criança. Ela é real. Ela que vive com a cabeça na lua, com música nos ouvidos e coração na boca. Ela é gorda, magra, feia e bonita, da mesma forma e quando quer. Ela que tem defeitos, mas está sempre em busca da perfeição, sabe-se lá como. Só ela sabe. Ela não gosta do que vê, mas sorri pra quem a odeia. Ela não sabe disfarçar. Ela se diverte até sozinha.
Ela vai te amar mesmo te odiando. Ela sorri bonito e deixa os outros querendo descobrir qual é o segredo que faz ela ser feliz. Ela é crente, tem Deus acima de todas as coisas, supera o preconceito, faz amigos onde vai. Já brigou, já lutou, já pediu perdão. Já foi orgulhosa, mas já se humilhou. Odeia briga, não suporta falsidade. Ela ama, sente e chora. Ela é menina e mulher, e ela sabe muito bem o que quer."

Um comentário:

  1. Que lindo, adorei a forma como brincou para destacar as palavras :)

    ResponderExcluir